Desenvolvido por
Categoria: Segurança

Segurança online: como fazer transações de compra online mais seguras?

Segurança online: como fazer transações de compra online mais seguras?

Nos últimos anos, o comércio eletrônico tem vivido o seu auge. A expansão da internet e os avanços tecnológicos fizeram com que essa modalidade de compra caísse no gosto do consumidor, trazendo consigo o desafio da segurança online.

como fazer transações online seguras

Com o aumento das compras via internet, expandiu-se também o número de fraudes nas transações. Por isso, os proprietários de e-commerce devem estar sempre atentos a soluções de segurança, para que esse tipo de problema não acarrete em perda de vendas devido à desconfiança dos clientes.

Apesar do aumento nas fraudes, o cenário para quem apostou nesse segmento é muito promissor, principalmente porque existem meios de coibir e evitar esses contratempos em sua loja virtual. Quer saber como? Continue acompanhando este post e veja como tornar as transações online mais seguras.

Como tornar suas transações online mais seguras?

Acabar com as fraudes eletrônicas é uma tarefa árdua. Entretanto, as empresas devem procurar meios que dificultem a atuação dos criminosos. É preciso ter em mente a necessidade de antecipar-se à fraude, investindo em segurança online.

Confira algumas estratégias que podem ser aplicadas em sua empresa:

Fique atento ao momento da fraude

As fraudes costumam ocorrer nas fases de abertura da conta (cadastro do consumidor), na autenticação (login no sistema) e na invasão da conta. Entretanto,  podem ocorrer fraudes no pagamento da compra efetuada online, inclusive, é o tipo de fraude que mais ocorre no dia de hoje em vários setores. Portanto, invista em mais segurança nessas etapas da compra online.

Não atinja o cliente com as suas ações de segurança

Esse pode ser um erro fatal, com consequências negativas para a sua empresa. O consumidor não pode ser afetado e encontrar dificuldades excessivas ao realizar compras no seu e-commerce, pois isso poderá afastá-lo e começar a afastar outros compradores pelo feedback negativo que pode ser passado.

Tenha em mente que as estratégias de segurança têm prazo de validade

Um ponto muito importante nessa guerra contra os fraudadores é a atualização das estratégias de segurança. Isso porque, com o tempo, os criminosos podem conseguir passar pelas barreiras de proteção.

É sempre importante estar atento e ver sempre que você nunca pode deixar o combate cair.

Segurança online: o que fazer para o cliente se sentir mais seguro?

Ainda que você tenha um bom sistema de defesa, é importante fazer com que o cliente tenha confiança em seu site e possa realizar as compras normalmente.

Para isso, invista em divulgação de conteúdos relacionados ao tema em suas redes sociais: isso fará com que o consumidor veja que sua empresa está preocupada em manter as compras online seguras.

Outra dica valiosa é apostar em certificados digitais. Apesar de ter um custo inicial, eles garantem a integridade do seu empreendimento. Portanto, adquira e divulgue os selos em seu site de forma bem clara, para que o cliente tenha certeza de que está em um ambiente seguro.

Busque empresas confiáveis e experientes no ramo da segurança online para lhe auxiliar de maneira eficiente. Não se esqueça de deixar visível em seu site dados importantes, como endereço, CNPJ e meios de comunicação. Dessa forma, o consumidor percebe a credibilidade e a seriedade da sua empresa.

Viu só como a segurança online é importante? Em um mundo digital em constante evolução, seu negócio não pode se descuidar de um fator tão importante. Temos certeza de que seguindo essas dicas, você conseguirá proteger melhor as suas transações online, refletindo positivamente nas vendas e no relacionamento com os clientes.

Ainda possui alguma dúvida sobre como aumentar a segurança online em transações financeiras realizadas por sua empresa? Deixe-nos um comentário. Estamos à disposição para lhe ajudar!

As olimpiadas, fraudes e o fator comum.

As olimpiadas, fraudes e o fator comum.

As olimpiadas e fraude

Se existe algo que eu realmente sou fã essa coisa é esportes! E não tem como falar aqui de esportes sem lembrar que a dias atrás vivíamos uma das maiores experiências que uma competição pode proporcionar: As olimpíadas!

Como foi bom ver a Rafaela Silva ganhar aquela medalha de ouro no judô. Ver o Thiago Braz superar o francês e vencer a disputa pelo ouro ou ver a sofrida, inédita e maravilhosa conquista do ouro olímpico no futebol masculino. E sem deixar de citar a nossa seleção feminina que merecia chegar muito mais longe pelo show de bola que deram dentro de campo!

Bom, eu talvez nunca jogarei 1% do futebol da Marta ou do Neymar, talvez não saltarei mais que 1m de altura mas, olhando para esses atletas fico imaginando que eu e você podemos ser parecidos com eles. Sabe como? Protegendo nossos negócios de fraudadores!

 

Pensando em fraude de um modo diferente…

Imagine que os autores de fraudes online querem roubar seus dados do mesmo jeito que a Alemanha queria ganhar a medalha de ouro no lugar do Brasil. Se imagine defendendo essa medalha enquanto os fraudadores querem tirar ela de você.

Seus concorrentes – Que nesse cenário são os fraudadores – estão utilizando meios e meios, com cada vez mais eficiência para fraudar, você deve treinar mais, melhor e ser mais eficiente para conseguir ganhar esse jogo.

Aqui vão algumas dicas de coisas que você pode fazer, coisas para diminuir e até mesmo acabar com as fraudes e prevenir chargebacks.

1. Medidas para prevenir as fraudes serão o seu regime de treinamento:

Não existem atalhos ou truques que melhore a sua performance além de puro e simples treino. Bob Bawman, treinador do Michael Phelps, disse: “Não é somente o talento, é trabalho! É uma combinação de ambos”

E assim como o Phelps, que tem uma rotina de ir pra academia, ir para a piscina, ter horários, você deve:

→ Verificar sempre se esse cartão não é fraudulento, se está em algum tipo de blacklist ou não;

→ Verifique o endereço de entrega e cobrança dessa venda;

→ Cheque o comportamento do seu cliente, ele sempre dirá algo!

 

  1. Seu time é extremamente importante, você não ganha a medalha sozinho!

Assim como no futebol, é impossível o Neymar ter ganho aquela medalha sozinho. Se não fosse o pênalti pego do Weverton, os passes do Renato Augusto, o Neymar não teria feito aquele gol nos pênaltis e decidido a favor do Brasil.

Na luta contra as fraudes, seu time precisa estar treinado e preparado para se revezar e apoiar um ao outro toda vez que for preciso passar o bastão sem deixar cair o combate as fraudes. Motive a todos para criar uma cultura de proteção contra fraudes assim como os atletas motivam um ao outro para marcar mais ou chutar mais no gol. Isso protegerá seus clientes e seus negócios.

 

  1. Ferramentas e parceiros de treino ajudam os atletas a chegarem mais longe

Os atletas podem treinar juntos para dar mais motivação e um ir corrigindo o outro, além de poderem se alimentar de forma correta, utilizar suplementos permitidos e o SafeGuard faz o mesmo aliado com você!

Aqui analisamos o risco das suas vendas de forma única. Entregamos as ferramentas e o treino necessário para conseguir pegar as fraudes que são necessárias para a sua empresa não ter prejuízos  pegar o maior número de fraudes possível.

 

Você já tem o que é preciso?

Nem todos nós poderemos vencer uma medalha olímpica, mas todos nós podemos sim acabar com as fraudes e amenizar os riscos e aí sim ganhar uma medalha de ouro nesse combate.

Podem existir inúmeros medalhistas nesse ramo mas você tem que garantir que faz isso bem o suficiente e forte o suficiente para que nenhum fraudador consiga entrar nos seus negócios e assim vá para outro rumo.

 

 

Descubra o perigo das fraudes no e-commerce

Descubra o perigo das fraudes no e-commerce

descubra-o-perigo-das-fraudes-no-ecommerce

O mercado de vendas digitais é um dos que mais cresce todos os anos. Só em 2015, ele movimentou uma receita aproximada de R$ 63,9 bilhões no Brasil, sendo que pesquisas indicam um crescimento ainda maior até o fim de 2016. Mas apesar dos ótimos resultados, o maior desafio das empresas ainda é lidar com as fraudes no e-commerce.

O assunto é pouco debatido pelas mídias de massa, porém, fraudes podem causar graves prejuízos para um negócio digital. Partindo desses problemas, é imprescindível que um site adote algumas medidas de segurança.

Pensando nisso, elaboramos este artigo com os métodos mais comuns de fraude, e vamos apresentar as tecnologias que ajudam a evitar esse tipo de problema. Acompanhe com atenção!

Principais tipos de fraudes no e-commerce

A fraude, mesmo que na internet, pode ser considerada como uma conduta criminosa. Veja os dois métodos mais comuns:

Fraude efetiva

A fraude efetiva acontece quando um criminoso subtrai as informações de outra pessoa, como os dados do cartão de crédito e outros documentos. A compra pode ser efetivada normalmente, já que todos os dados são informados.

O problema ocorre quando o titular do cartão entra em contato com a agência financeira e alega desconhecimento das operações com o e-commerce, havendo o reembolso do valor da operação. O prejuízo é totalmente assumido pela loja, que acaba perdendo o produto e o dinheiro da venda.

Fraude premeditada

Trata-se de uma modalidade de estelionato em que o próprio titular do cartão efetua a compra, entretanto, afirma não reconhecer a operação e exige da administradora o estorno da venda. Esse tipo de crime é mais comum do que se imagina.

Perigos para os lojistas e clientes

O índice de fraudes é uma preocupação para qualquer negócio virtual, podendo até mesmo levar uma empresa à falência, já que o prejuízo financeiro da operação é, em grande parte das vezes, do lojista digital.

O grande risco do e-commerce é confiar apenas em dados cadastrais do cliente e deixar de lado as soluções especializadas em segurança. A recomendação é elaborar um planejamento estratégico e conhecer os software antifraude que se adequem ao seu modelo de negócio.

Ressaltamos que a fraude também pode trazer riscos para o cliente, mesmo que o problema não tenha ocorrido por sua culpa, já que a conduta é passível de investigação pelos órgãos especializados da polícia. Nesse sentido, a segurança do e-commerce, além de evitar os problemas da operação, ajuda a proteger os consumidores reais e aumentar suas vendas.

Métodos de segurança

Em 2015, foi elaborado um estudo pela empresa Serasa Experian que levantou várias informações sobre a prática de fraudes no e-commerce, como os dias e períodos do ano em que ocorrem a maioria dos crimes — nas madrugadas, por exemplo, os casos de fraude são mais comuns. Com essas informações em mãos, a empresa pode adotar medidas simples, instituindo apenas pagamentos com boleto nas madrugadas.

Entretanto, o melhor método de proteção está nos sistemas de antifraude. Já que existe um grande desafio entre a aprovação de vendas efetivas e dos crimes virtuais, esse tipo de tecnologia é extremamente efetiva. A tecnologia é essencial para o bom funcionamento do e-commerce, sendo importante escolher os serviços que melhor se encaixem em seu modelo de negócio.

E então, leitor? O que achou do tema? Já passou por algum tipo de fraude no seu e-commerce? Assine nossa newsletter e fique por dentro das novidades da segurança virtual!

Fraudes no setor aéreo

Fraudes no setor aéreo

Você sabia que a indústria aérea perde mais de US$ 1 bilhão em vendas fraudulentas de passagens aéreas pagas com cartões de crédito?

Dois fatores contribuem para esses números:

  • As passagens aéreas possuem alto valor agregado e por esse motivo atraem a atenção dos fraudadores.
  • É muito fácil e barato comprar informações de cartões de crédito no mercado negro.

Os fraudadores podem comprar as passagens diretamente em sites ou entrar em contato com agências de turismo, fazendo se passar por consumidores idôneos.

Após comprar as passagens, eles as revendem a terceiros com preços muito atraentes, tendo um excelente retorno sem gastar nada. Com o objetivo de maximizar seus ganhos e fugir de ações antifraude, procuram passagens de maior valor e com embarque imediato.

Depois que a emissão da passagem foi feita, é muito difícil impedir o embarque. Na maioria dos casos, a pessoa que comprou do fraudador também é uma vitima. Acionar as autoridades do aeroporto momentos antes do voo pode resultar em ações contra a empresa e manifestações em redes sociais, causando prejuízo ainda maior que a fraude.

Infelizmente, não é apenas a fraude com cartão de crédito que acontece no setor: existe o roubo de contas das plataformas de vendas ou mesmo participação de pessoal interno em fraudes para conceder grandes descontos, e até mesmo a compra de uma agência de turismo com o objetivo de cometer fraudes.

 

cockpit-100624_960_720

Prevenção

Considerando as margens apertadas e condições econômicas adversas (cotação do dólar, preço do combustível e economia em crise), as perdas com fraudes são devastadoras e não podem ser negligenciadas. Como a recuperação dos valores perdidos é muito difícil, a forma mais barata e fácil de evitá-las é a prevenção.

A melhor forma de combater as fraudes é avaliar cada venda antes de emitir as passagens. Nessa avaliação, devem ser verificados os dados do voo, do comprador, do processo de compra, de pagamento e do histórico desse cliente (caso ele seja recorrente).

Algumas características podem caracterizar a venda como mais suscetível à fraude:

  • Pagamento realizado com cartão de credito de outra titularidade.
  • Voos com embarque imediato.
  • Voos só de ida.
  • Um mesmo cartão sendo utilizado em compras de pessoas diferentes.
  • Compra de rotas nacionais que envolvam certos destinos do norte ou nordeste.
  • Primeira compra realizada com valor baixo. E segunda compra feita logo em seguida, com alto valor.

Quanto mais pontos suspeitos forem identificados, maiores serão as chances de ser uma fraude.

Complicação 1

Os criminosos são profissionais. Antes de agir, preparam uma lista de potenciais vítimas (agências e companhias aéreas) e uma lista de fragilidades a serem atacadas.

Eles pegam a primeira empresa da lista 1 e testam todas as fragilidades da lista 2. Se a empresa faz uma analise antifraude que dificulta a sua ação, partem para outra.

Uma vez que encontram a brecha, realizam o maior número de fraudes que conseguem antes o problema seja corrigido…

Complicação 2

A notificação dos chargebacks dos cartões de credito ocorre com atraso: em até 60 ou 90 dias após a fraude e, em alguns casos, levam ainda mais tempo.

Isso significa que: o caixa que entrou tempos atrás não existe e boa parte dele já foi utilizado, você terá que devolver esse valor e ainda pagará multas e taxa adicionais pelos chargebacks ocorridos.

Caso a empresa não tenha percebido a ocorrência das fraudes antes dessas notificações, terá problemas gravíssimos de fluxo de caixa.

ATENÇÃO!

Dada a infinidade de possibilidades de voo e os diversos artifícios utilizados pelos fraudadores, fica cada vez mais difícil realizar avaliações manuais.

É preciso encontrar o equilíbrio entre riscos e gastos para: identificar a origem das fraudes e barrá-las; continuar aprovando as boas vendas e sempre manter os critérios de análise atualizados.

 

Fraudes em Programas de Relacionamento

Fraudes em Programas de Relacionamento

image

Atenção passageiros! Principalmente aqueles que viajam com milhas. Esse voo, melhor, post, é para vocês.

Com o avanço dos programas de relacionamento das empresas, que presenteiam seus clientes de várias formas hoje em dia, de pacotes de viagens até celulares, os fraudadores começaram a focar mais suas atenções para esse mercado. Afinal, é um mercado que seus consumidores não ficam tão de olho em suas contas. Quem nunca deixou expirar pontos ou sabe quantos possui em um mês e quantos ganhou para ficar cuidando se tudo está onde deveria? Ou seja, um prato cheio para quem quer se aproveitar dos outros.

Os atingidos por esse tipo de golpe são de todos os tipos: os que possuem poucos pontos e nunca os utilizam e os que possuem tantos que chegam a perder as contas.

Agora imagine a seguinte situação. Você planejou tudo. Viagem, hotel, passeios ou mesmo um novo equipamento para casa com os pontos que você conquistou e na hora que resolve pedir o resgate dos pontos. PUFF! “Cade os pontos que estavam aqui?”

Uma dor de cabeça começa. Liga pra lá. liga pra cá. Grita com um, reclama com outro. No final, o que você tem? Uma bela dor de cabeça, planos adiados e raiva de uma empresa que estava querendo melhorar o relacionamento dela com você. Pra variar, ninguém sai ganhando com isso, tirando o fraudador.

“Ok, entendi, mas como posso evitar?“

A maioria das fraudes não são feitas por pessoas com grandes habilidades de programação que invadem sistemas. E esse nem deve ser seu foco. Nesse tipo de fraude, raramente, você é o prejudicado. A empresa percebe o problema, fecha as portas e devolve os pontos para seus clientes. O problema está naquelas que pessoas normais má intencionadas conseguem burlar um sistema bem simples: o nosso sistema de confiança.

Já falamos um pouco sobre engenharia social em outro post que você pode ler clicando aqui.

Seguem algumas dicas de como evitar:

1 – Nunca dê nenhum dado para alguém que ligou para você. Descubra o que é e ligue você para a central de relacionamento com o cliente;

2 – Dê uma olhada no seu cadastro para descobrir se não teve nenhuma mudança estranha nos seus dados (endereço/telefone/email diferente do seu);

3 – Troque sua senha periodicamente (mas não adianta mudar para joao12345, hein!);

4 – Nunca venda seus pontos para terceiros desconhecidos. Melhor ter pontos expirados do que correr o risco de perder todos.

Para as empresas:

1 – Verifique se máquina ou IP do login é muito diferente do que é normalmente usado;

2 – Se ocorrem mudanças constantes em dados/senhas do usuário;

3 – Se seu cliente reclamou recentemente de ter sofrido uma fraude em outro serviço seu ou de terceiros, se for possível!;

4 – Se o produto resgatado é muito diferente do histórico do cliente (durante anos ele resgatou em milhas e agora pediu uma TV);

5 – Se foram resgatados vários pedidos pequenos em um curto espaço de tempo.

Os programas de relacionamento foram feitos, como o próprio nome diz, para melhorar o relacionamento entre clientes e empresas. Não deixe que isso se torne um problema e não uma solução.

Um grande abraço da equipe SafeGuard e até a próxima!