Como montar o mix de produtos ideal para seu e-commerce

Como montar o mix de produtos ideal para seu e-commerce

Uma dúvida muito comum para os novos empreendedores em e-commerce é: o que vender em sua loja virtual? Se você está na estrada há mais tempo, também já deve ter parado para se perguntar se está vendendo a coisa certa do jeito certo, não é mesmo? As respostas para essas questões sempre envolverão a escolha de um bom mix de produtos.

Começando pela definição, um mix de produtos é o composto, grupo ou categoria de produtos e suas divisões, com o qual uma empresa escolhe trabalhar e vender em sua loja, no caso, virtual. A decisão por um mix de produtos envolve vários fatores e não existe uma fórmula única, mas o melhor caminho a seguir é a definição do público-alvo a ser atingido.

 

como-montar-o-mix-de-produtos-ideal-para-seu-ecommerce

 

Por meio da observância dos hábitos, preferências e comportamento do seu público-alvo, você conseguirá descobrir o que oferecer para ele, focando em soluções para seus problemas e suprir suas necessidades.

Mas como montar o mix de produtos ideal para um e-commerce? É o que falaremos a seguir! Continue a leitura para saber!

Focar em profundidade ou amplitude?

Profundidade, sem dúvidas. A melhor escolha é optar pela variedade dentro de uma mesma categoria de produtos, e não várias categorias diferentes. Isso se deve ao fato de que é necessário criar uma identidade e reputação para o seu negócio, portanto, não é indicado focar em vender um pouco de várias categorias de produtos, mas sim vender muito de uma única categoria.

Se tornar especialista naquilo que você vende é a grande questão, assim, sua empresa se torna uma referência para os clientes e acaba criando autoridade no mercado.

Dessa forma, seu negócio se torna mais viável e seu trabalho um pouco mais fácil. Pense em como é desgastante ter que administrar várias linhas de produtos diferentes, cadastrá-los no site com informações e imagens adequadas, lidar com vários fornecedores e com a logística, sem falar na limitação do seu caixa.

A decisão de ampliar seu mix de produtos deve ocorrer à medida que sua marca vai se consolidando no mercado e fortalecendo seu vínculo com os clientes. Assim, é possível começar a introduzir novas nichos de produtos ao negócio, e aqueles que tiverem maior aceitação e se encaixarem melhor nas estratégias da empresa ganharão maior destaque, e assim por diante.

Preço x exclusividade

Bom, você sabe que não adianta querer concorrer com as grandes empresas de e-commerce no quesito preço competitivo, e também não é uma boa opção vender o que todo mundo vende.

Trabalhar com um produto exclusivo e de alto valor agregado é o que vai garantir sua diferenciação diante dos concorrentes e maior rentabilidade.

Armazenamento e logística

Quando se trabalha com uma grande variedade de categorias de produtos, o controle de estoque pode ser um problema. Gerenciar prazos de validade, diversidade de tamanhos, volumes, cores e padrões demanda muito mais atenção e organização do que focar em apenas um tipo de produto.

Pense também na questão do envio para os clientes, trabalhar com vários produtos diferentes demandará formas de manuseio, embalagens e fretes muito diversificados, o que pode acarretar em maiores custos e consequente aumento nos preços de venda.

Por fim, tenha em mente que parecer grande sem conseguir entregar qualidade ao cliente representa uma falha que pode ser a ruína do seu negócio. Disponibilizar o mix de produtos ideal para o seu público-alvo, atendendo suas necessidades e com o intuito de fazer diferença na vida do consumidor é o melhor caminho para seu e-commerce conseguir destaque e sucesso num mercado tão competitivo e instável.

Gostaria de compartilhar alguma observação ou dúvida sobre o assunto? Deixe seu comentário e participe!