Descubra quais são os principais meios de pagamento para e-commerce

Descubra quais são os principais meios de pagamento para e-commerce

descubra-quais-sao-os-principais-meios-de-pagamento-para-ecommerce

Escolher entre os diversos meios de pagamento para e-commerce não é fácil. Os varejistas se perdem entre tantas opções e não sabem comparar suas vantagens e desvantagens. Para ajudá-lo nessa análise, vamos explicar neste post os dois meios mais usados no mercado, seus prós e contras. Confira:

Intermediadores

Quando se contrata uma empresa intermediadora, todo o processo de pagamento do seu e-commerce é feito em um ambiente à parte do seu, fazendo com que o usuário saia do ambiente da loja, faça o cadastro no site de pagamento e, só então, finalize a compra.

Uma das maiores vantagens desse modelo é a facilidade e rapidez da implantação, além de fornecerem várias formas de pagamento: diferentes bandeiras de cartão de crédito, débito online em vários bancos e boleto bancário. As empresas costumam cobrar um porcentagem sobre cada venda e o valor varia de acordo com a forma de pagamento.

Outro ponto a favor é que você terá um único painel de controle com todas as informações relacionadas à sua conta. Eles também se responsabilizam por todo o processo de antifraude, o que corta custos da sua operação e terceiriza essa preocupação.

Mas é bom lembrar que, ao ser levado para outra página, o cliente pode não se sentir seguro e desistir da compra. Outro fator é que o intermediador faz o processo de compra ser mais longo, o que também pode resultar em abandono de carrinho.

Antes de optar um intermediador, analise as tarifas cobradas e verifique quantas transações ele consegue fazer por segundo e se esse número atende às suas necessidades.

Gateways de pagamento

Quando se opta por uma solução própria, é preciso contratar ao menos três serviços básicos:

  • Gateway: são as formas de pagamento, como boleto bancário, cartão de débito e crédito;
  • Segurança dos dados cadastrais do cliente: feita por meio dos selos e certificados de segurança;
  • Gestão de risco: vai avaliar a autenticidade da compra e gerenciar os possíveis conflitos de estoque.

Nesse modelo, a cobrança é um pouco mais complicada, porém, é relativamente mais barata e você tem mais controle sobre as suas transações e gestão financeira. Além de não tirar o cliente da sua página, ele também permite que o pagamento seja feito em dois cartões de crédito.

Por outro lado, implantar esse sistema não é tão rápido e, apesar de ter tarifas menores do que os intermediadores, elas são mais numerosas. Outro contra são as tarifas de ativação que os gateways cobram.

Na hora de escolher, veja se sua plataforma é compatível com o gateway escolhido. Verifique também a tarifa cobrada pelos bancos, operadoras de cartões, além das taxas de ativação e fixas.

O pagamento é uma das etapa mais delicadas de uma operação e isso pode fazer toda a diferença entre reter e perder um cliente. Por isso, toda atenção e análise são preciosas na hora de escolher qual dos meios de pagamento você deve utilizar.

Ainda ficou com alguma dúvida sobre meios de pagamento para e-commerce? Deixe um comentário aqui no blog e nos conte suas dúvidas!