Fraudes em Programas de Relacionamento

Fraudes em Programas de Relacionamento

image

Atenção passageiros! Principalmente aqueles que viajam com milhas. Esse voo, melhor, post, é para vocês.

Com o avanço dos programas de relacionamento das empresas, que presenteiam seus clientes de várias formas hoje em dia, de pacotes de viagens até celulares, os fraudadores começaram a focar mais suas atenções para esse mercado. Afinal, é um mercado que seus consumidores não ficam tão de olho em suas contas. Quem nunca deixou expirar pontos ou sabe quantos possui em um mês e quantos ganhou para ficar cuidando se tudo está onde deveria? Ou seja, um prato cheio para quem quer se aproveitar dos outros.

Os atingidos por esse tipo de golpe são de todos os tipos: os que possuem poucos pontos e nunca os utilizam e os que possuem tantos que chegam a perder as contas.

Agora imagine a seguinte situação. Você planejou tudo. Viagem, hotel, passeios ou mesmo um novo equipamento para casa com os pontos que você conquistou e na hora que resolve pedir o resgate dos pontos. PUFF! “Cade os pontos que estavam aqui?”

Uma dor de cabeça começa. Liga pra lá. liga pra cá. Grita com um, reclama com outro. No final, o que você tem? Uma bela dor de cabeça, planos adiados e raiva de uma empresa que estava querendo melhorar o relacionamento dela com você. Pra variar, ninguém sai ganhando com isso, tirando o fraudador.

“Ok, entendi, mas como posso evitar?“

A maioria das fraudes não são feitas por pessoas com grandes habilidades de programação que invadem sistemas. E esse nem deve ser seu foco. Nesse tipo de fraude, raramente, você é o prejudicado. A empresa percebe o problema, fecha as portas e devolve os pontos para seus clientes. O problema está naquelas que pessoas normais má intencionadas conseguem burlar um sistema bem simples: o nosso sistema de confiança.

Já falamos um pouco sobre engenharia social em outro post que você pode ler clicando aqui.

Seguem algumas dicas de como evitar:

1 – Nunca dê nenhum dado para alguém que ligou para você. Descubra o que é e ligue você para a central de relacionamento com o cliente;

2 – Dê uma olhada no seu cadastro para descobrir se não teve nenhuma mudança estranha nos seus dados (endereço/telefone/email diferente do seu);

3 – Troque sua senha periodicamente (mas não adianta mudar para joao12345, hein!);

4 – Nunca venda seus pontos para terceiros desconhecidos. Melhor ter pontos expirados do que correr o risco de perder todos.

Para as empresas:

1 – Verifique se máquina ou IP do login é muito diferente do que é normalmente usado;

2 – Se ocorrem mudanças constantes em dados/senhas do usuário;

3 – Se seu cliente reclamou recentemente de ter sofrido uma fraude em outro serviço seu ou de terceiros, se for possível!;

4 – Se o produto resgatado é muito diferente do histórico do cliente (durante anos ele resgatou em milhas e agora pediu uma TV);

5 – Se foram resgatados vários pedidos pequenos em um curto espaço de tempo.

Os programas de relacionamento foram feitos, como o próprio nome diz, para melhorar o relacionamento entre clientes e empresas. Não deixe que isso se torne um problema e não uma solução.

Um grande abraço da equipe SafeGuard e até a próxima!