Gestão de e-commerce: 5 boas práticas para você seguir à risca

Gestão de e-commerce: 5 boas práticas para você seguir à risca

Investir em uma loja virtual é, sem dúvida, uma excelente opção para os empreendedores, nos dias atuais. Com os avanços tecnológicos e as inúmeras possibilidades da internet, aumenta cada vez mais o número de clientes que prefere fazer as suas compras na comodidade de casa ou trabalho. Entretanto, é preciso ter em mente que, para o sucesso do negócio, é necessário fazer uma boa gestão de e-commerce.

Isso vai muito além de oferecer bons produtos e condições de pagamento. O gestor deve observar todas as etapas do processo, garantindo que a experiência do cliente seja a melhor e mais segura possível.

Confira, aqui, 5 práticas que podem fazer toda a diferença no seu e-commerce!

 

 

1. Tenha um site responsivo

Pesquisas indicam que o número de buscas feitas por dispositivos móveis, como celulares e tablets, já superou o número das buscas feitas em computadores. Isso significa que ter um site responsivo é, hoje, uma necessidade básica.

Todas as funcionalidades do seu e-commerce devem continuar ativas quando ele for acessado por um telefone. Observe que as informações e imagens não devem ser desconfiguradas e que o cliente precisa ter uma experiência agradável e eficiente. Leve isso em conta na hora de escolher a plataforma do seu site.

2. Ofereça conteúdo de interesse

É claro que o objetivo principal do seu e-commerce é vender os seus produtos. Mas para que isso aconteça de uma forma eficiente, uma boa estratégia é trabalhar com a produção de conteúdo relevante para o seu público.

Transforme o seu e-commerce em uma plataforma de informações sobre a sua área, atraindo mais clientes e fazendo com que o seu público esteja sempre online, se aproximando e confiando cada vez mais na sua marca. Você vai ver como essa mudança de paradigma vai ter um impacto imenso nas suas vendas.

3. Utilize um facilitador de pagamento

Uma das formas mais práticas e eficientes de vender online é por meio de facilitadores de pagamento. São sites e empresas especializados, que tomam conta de todo o processo de conclusão da compra.

Com esse processo, o seu cliente garante uma compra altamente segura e especializada, o que é vantajoso para todos os envolvidos, não é mesmo?

4. Analise as métricas

Algumas métricas são fundamentais para os empreendedores de e-commerce, como o número de acessos diários, a taxa de conversão, os índices de abandono de carrinho. Porém, é muito importante se lembrar que fazer essas medições pressupõe um acompanhamento atento delas.

Estabeleça uma periodicidade para avaliar o andamento da sua plataforma, e se verificar a necessidade de transformações, não pense duas vezes: continue evoluindo para garantir a satisfação dos seus clientes.

5. Pense no seu cliente

Todas as decisões relacionadas ao seu e-commerce devem ser pautadas pela experiência do seu cliente. Em vez de tentar alcançar um público cada vez maior (e muitas vezes inapropriado para o seu tipo de produto), foque em atender às necessidades e demandas do seu cliente, oferecendo a melhor experiência de compra.

Viu como a gestão de e-commerce é fundamental para o sucesso do seu negócio? Coloque em prática as nossas dicas e perceba como os resultados vão ser cada vez melhores. Lembre-se sempre de que os aspectos mais importantes do negócio são a satisfação dos seus clientes e a segurança dos seus processos – cuidar disso significa desenvolver um e-commerce que tem tudo para dar certo.

Compartilhe conosco a sua experiência na gestão do e-commerce, indicando quais os maiores desafios e como a sua empresa está lidando com eles. Deixe um comentário!